Última hora

Última hora

Guatemala: protestos contra mina levam governo a declarar estado de emergência

Em leitura:

Guatemala: protestos contra mina levam governo a declarar estado de emergência

Tamanho do texto Aa Aa

O governo da Guatemala declarou o estado de emergência em quatro cidades do sul do país depois dos violentos protestos contra a extensão de uma mina de prata.

Os manifestantes tinham sequestrado 23 polícias no domingo, um dia depois dos seguranças da mina terem disparado sobre uma marcha de protesto, ferindo pelo menos seis pessoas.

A operação do exército para resgatar os polícias tinha provocado dois mortos, na terça-feira, inflamando a revolta dos habitantes locais.

Para o presidente Otto Perez Molina, “O que aconteceu nestas quatro cidades é contrário à lei e representa um ato criminoso comparável a um assassínio. Foi por isso que decidimos declarar o estado de emergência cujo objetivo não é apenas a proteção das atividades mineiras”.

Os manifestantes exigem que o governo suspenda a extensão da mina, operada por uma empresa canadiana, devido ao risco de poluição dos rios da zona.

O governo, que decretou o estado de emergência durante um mês, afirma que, na origem do protesto, estão grupos ligados a cartéis da droga mexicanos.