Última hora

Última hora

O Grande Gatsby

Em leitura:

O Grande Gatsby

Tamanho do texto Aa Aa

Um tapete vermelho coberto de estrelas. Foi assim a estreia mundial de “O Grande Gatsby”. Milhares de pessoas reuniram-se no Lincoln Center em Nova York para ver Leonardo DiCaprio. O ator de 38 anos já trabalhou em 1996 com Baz Luhrmann, no filme “Romeu e Julieta”.

Leonardo DiCaprio, Ator: “Por mais que o Baz recrie esses mundos e lhes dê um contexto moderno e de certa forma, tente identificar-se com uma geração mais jovem, ele é sempre extremamente vigilante com a natureza do material que assume. Corre riscos incríveis no sentido em que, quando o conheci aos 18 anos, foi uma ideia louca passar para universo oculto na produção de ‘Romeu e Julieta’, mas ele conseguiu. Foi inovador para a época.”

O novo filme é baseado no romance de Fitzgerald. O realizador considera o livro um dos grandes romances americanos, pela riqueza das personagens e pela certeira previsão do futuro.

Baz Luhrmann, Realizador: “Queria tratá-lo como Fitzgerald o fez, quando começou a fazer algo que pensou que seria, e que queria que fosse algo moderno, algo de extraordinário, bonito, simples e com textura. Apenas pensei que tinha de ser feito e quando a crise chegou em 2008, porque Fitzgerald prevê a crise, achei que tinha de o fazer. Aconteceu estar numa posição na qual tinha de ter luz verde em relação a dinheiro “.

Com honras de abertura do Festival de Cinema de Cannes no final deste mês, “O Grande Gatsby” estreia em Portugal a 16 de maio.