Última hora

Última hora

Previsões de Primavera agravam previsões para economia da zona euro e da UE

Em leitura:

Previsões de Primavera agravam previsões para economia da zona euro e da UE

Tamanho do texto Aa Aa

A recessão da Zona Euro este ano vai ser pior que o esperado com uma contração do PIB de 0,4%, em vez dos 0,3% previstos anteriormente. A taxa de desemprego na zona euro deve chegar aos 12,2% e 11,1% para os 27. Estes números constam das Previsões de Primavera da Comissão Europeia.

O comissário europeu, Olli Rehn explica que “se espera que a economia europeia estabilize no primeiro semestre deste ano. Prevê-se que o crescimento do PIB se torne positivo no segundo semestre e acelere em 2014. Prevê-se ainda que o PIB contraia 0,1% na União Europeia e 0,4% na zona euro.”

Em relação a Portugal, as previsões de Primavera da Comissão Europeia agravam as expectativas em todos os indicadores económicos, coincidindo agora com os números do governo. A economia portuguesa deve contrair 2,3% (-1,9% em Fevereiro), o desemprego sobe para cima de 18,2% (17,3%), o défice atingirá os 5,5% (4,9%) e a dívida chegará aos 123%.

De qualquer forma, a Comissão Europeia lembra que estas pervisões de Primavera ainda não têm em conta as medidas que vão ser anunciadas pelo governo de Passos Coelho, ou seja, estes dados devem ser actualizados.
Mas as previsões são pouco otimistas e a Comissão teme que a situação de Portugal se agrave ainda mais.