Última hora

Última hora

Eleições na Malásia podem pôr fim a 56 anos de governo do mesmo partido

Em leitura:

Eleições na Malásia podem pôr fim a 56 anos de governo do mesmo partido

Tamanho do texto Aa Aa

A Malásia poderá pôr fim, este domingo, nas urnas, a mais de meio século de governo do partido Organização Nacional Unificada.

Nação muçulmana, com 29 milhões de habitantes, a Malásia conseguiu, em 25 anos, passar de país em desenvolvimento a país desenvolvido.

A proeza do chamado “tigre malaio” deve-se, em grande parte, ao primeiro-ministro Najib Razak.

Mas os escândalos de corrupção que atingem o partido que detém o poder há mais de 50 anos, podem agora levar à sua derrota.

A oposição do Pacto Popular, liderado por Anwar Ibrahim, conta com uma ligeira vantagem nas sondagens, depois de ter feito uma campanha baseada, exatamente, na luta contra a corrupção.

Uma vitória do Partido Popular poderia criar a primeira alternância no poder desde a independência da Malásia, em 1957.

A campanha “aqueceu”, nos últimos dias, sob acusações, por parte da oposição, de que o partido do poder estaria a tentar organizar uma votação favorável, com a deslocação de 40 mil eleitores para outras circunscrições. O governo diz estar apenas a ajudar eleitores a regressarem às cidades de origem.