Última hora

Última hora

Tribunal espanhol suspende acusações de corrupção contra Infanta Cristina

Em leitura:

Tribunal espanhol suspende acusações de corrupção contra Infanta Cristina

Tamanho do texto Aa Aa

A mais alta instância jurídica da Ilha de Maiorca considera que não existem provas suficientes para considerar a filha do Rei Juan Carlos como cúmplice no escândalo de peculato em que o seu marido, Iñaki Urdangarin está envolvido.

Reagindo ao anúncio da decisão, o ministro espanhol da Justiça, Alberto Ruíz Gallardón, afirmou que “temos um sistema de justiça que atua com independência e que respeita a lei em todas as situações”

O procurador-geral, Pedro Horrach, deixou claro que a decisão poderia ser revogada caso viessem a ser descobertas novas provas.

O anúncio do tribunal provocou críticas em vários quadrantes políticos, nomeadamente entre as formações de esquerda.

“Na minha opinião, a família real iniciou uma ofensiva a fim de definir uma fronteira entre a justiça e o interesse de estado. O rei não poderá afirmar perante o povo espanhol que todos somos iguais perante a lei” adiantou o porta-voz do parlamento e líder do partido Esquerda Unida (IU), Gaspar Llamazares.

Uma sucessão de escândalos envolvendo membros da realeza tem abalado a imagem da família real espanhola, facto agravado pela recessão que se vive no país onde a taxa de desemprego atinge os 27%.