Última hora

Última hora

Bruxelas quer maior acesso a conta bancária para milhões de europeus

Em leitura:

Bruxelas quer maior acesso a conta bancária para milhões de europeus

Tamanho do texto Aa Aa

Abrir uma conta bancária vai ser mais fácil, mais barato e mais transparente, segundo uma nova diretiva proposta, esta quarta-feira, pela Comissão Europeia.

A iniciativa agrada à Organização Europeia dos Consumidores, tendo Johannes Klein explicado que revela que “a Comissão está convicta de que toda a gente deve ter acesso a uma conta bancária. Este é um sucesso em si, que não era óbvio até agora. Esta proposta vem, na realidade, atrasada. Basta vermos que 58 milhões de consumidores na Europa não têm uma conta e que pelos menos 25 milhões deles gostariam de a ter, mas não lhes é dada a possibildiade. São números realmente escandalosos”.

Cada um dos 27 países da UE têm de assegurar que pelo menos um banco oferece uma conta básica para depósitos e pagamentos de contas dos cidadãos.

De acordo com a diretiva, os bancos deixarão de cobrar pelas transferências de dinheiro entre contas e terão de disponibilizar claramente os preços de outros serviços.

O comissário europeu para o Consumo, Tonio Borg, realça que “o mercado interno existe para servir o consumidor. Apesar de abrir uma conta bancária aparentar ser um direito garantido, as estatísticas mostram o contrário. No mercado interno existem muitos obstáculos, muita burocracia para se abrir uma conta bancária.”

Cada país deverá disponibilizar, num sítio na Internet, as diferentes propostas dos bancos existentes no mercado.

A diretiva será estudada pelos 27 governos e pelo Parlamento Europeu e poderá entrar em vigor dentro de três anos.