Última hora

Última hora

Desemprego volta a subir em Portugal e na Grécia

Em leitura:

Desemprego volta a subir em Portugal e na Grécia

Tamanho do texto Aa Aa

Os dados são avançados pelo Instituto Nacional de Estatística que anunciou esta quinta-feira uma taxa de desemprego em Portugal de 17,7% referente ao primeiro trimestre deste ano.

Os novos valores representam um aumento do desemprego na ordem dos 0,8% relativamente trimestre anterior.

O grupo mais afetado continua a ser a juventude cuja taxa de desemprego atinge agora 42%, um valor recorde bem superior aos 36% registados há um ano.

Para o futuro as previsões não são animadoras. O governo estima que o desemprego atinja 18,5% no próximo ano.

A administração pública é um dos setores mais ameaçados. Na semana passada, o executivo de Pedro Passos Coelho anunciou planos para cortar mais de 30 mil postos de trabalho nos serviços públicos.

Na Grécia a situação ainda é mais grave. A taxa de desemprego praticamente triplicou desde o resgate internacional em 2009.

Este é o sexto ano de recessão no país que continua a debater-se com aumentos nos impostos e cortes na despesa exigidos pelo Fundo Monetário Internacional e Comissão Europeia.

Tal como em Portugal são os jovens os mais prejudicados.

A taxa de desemprego nesta faixa etária atinge os 64,2%, mais 10% do que em período homólogo do ano passado.

Em termos gerais a taxa de desemprego atinge os 27%, mais do que o dobro da média europeia.

Os economistas prevêem um agravamento da situação ainda este ano. Segundo dados oficiais, a economia grega irá contrair-se entre 4,2 a 4,5%.