Última hora

Última hora

Paquistão: Raptado candidato provincial filho de ex primeiro-ministro

Em leitura:

Paquistão: Raptado candidato provincial filho de ex primeiro-ministro

Tamanho do texto Aa Aa

No último dia da campanha para as eleições gerais paquistanesas, homens armados raptaram Ali Haider Gilani, candidato provincial.

Ali Gilani foi raptado perto de Multan, uma cidade conservadora no coração do Punjab. Quatro guarda-costas foram mortos e o secretário ficou ferido.

Musa Gilani, irmão do sequestrado, exigiu a libertação de Ali Gilani e ameaçou boicotar as eleições na região, caso isso não aconteça.

Ali Gilani é filho do antigo primeiro-ministro Yousuf Raza Gilani, demitido em 2012, após ter sido condenado por se ter recusado a reabrir o processo por corrupção contra o presidente Asif Ali Zardari.

Embora o rapto ainda não tenha sido reivindicado, existe a suspeita que possa ter sido cometido pelos talibãs do TTP, um grupo armado hostil a estas eleições que considera “não islâmicas”.

Durante a campanha eleitoral o TTP reivindicou a autoria de atentados contra candidatos e em vários comícios que fizeram cerca de uma centena de mortos. Este grupo também fez saber que destacou suicidas para perturbar as eleições de sábado.