Última hora

Última hora

PKK inicia retirada da Turquia

Em leitura:

PKK inicia retirada da Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Os militantes separatistas do Partido dos Trabalhadores do Curdistão iniciaram oficialmente a retirada do solo turco, nos termos de um acordo que pretende por fim a três décadas de conflito, que fizeram mais de 40 mil mortos.

Apesar da falta de imagens, o início da operação foi confirmado pela direção do Partido para a Paz e Democracia, principal formação pró-curda da Turquia.

Yunus Polat, antigo guarda da aldeia de Akkoy, na região de maioria curda do sudeste do país, diz que “antes do processo [de paz] todos sofriam bastante. Agora querem simplesmente a Paz e não voltar a ver famílias a sofrer. Todos preferem viver em Paz, do que no meio de um conflito”.

Segundo vários observadores, o processo de retirada começou mesmo antes desta quarta-feira, sendo o 8 de Maio apenas uma data simbólica.

Em Istambul, há no entanto quem duvide do sucesso do processo de Paz.

Um residente da capital económica turca diz não acreditar na retirada, nem na possibilidade de que os militantes do PKK “abandonem as armas e passem as fronteiras”.

Apesar dos separatistas curdos terem aceitado retirar para as bases no norte do Iraque, o ponto da discórdia continua a ser a possibilidade de deporem as armas, exigida por Ancara mas rejeitada até ao momento pelo PKK.