Última hora

Última hora

Prostestos em Espanha contra reforma educativa

Em leitura:

Prostestos em Espanha contra reforma educativa

Tamanho do texto Aa Aa

Estudantes e professores voltaram a sair à rua em Espanha, pelo segundo dia, desde o início do ano, para protestar contra os cortes do governo no setor da educação.

Em dia de greve geral, os sindicatos falam de uma adesão superior a 70%, enquanto o governo afirma que apenas 20% terão participado no protesto.

De Barcelona, a Valência, passando por Madrid e várias cidades galegas, centenas de milhares de pessoas participaram nas marchas de protesto que decorreram de forma pacífica.

Em Valência, a polícia foi obrigada a intervir à margem da manifestação, depois de um grupo de alunos ter tentado cortar uma rua do centro da cidade. Pelo menos três pessoas foram detidas.

A jornada de protestos ocorre num momento em que o governo se prepara para aprovar uma nova lei para o setor, já na sexta-feira. A proposta prevê a redução de efetivos, um novo sistema de avaliação para alunos e professores, e um corte orçamental na ordem dos 10 mil milhões de euros.