Última hora

Última hora

Talibãs paquistaneses prometem lançar ataques nas legislativas

Em leitura:

Talibãs paquistaneses prometem lançar ataques nas legislativas

Tamanho do texto Aa Aa

Os talibãs prometem boicotar as legislativas deste sábado no Paquistão com atentados suicidas. Ações que justificam com o facto de as eleições contrariarem a lei islâmica.

Os extremistas têm reforçado os ataques contra os três maiores partidos políticos que provocaram, no espaço de um mês, mais de uma centena de mortos.

Face à insegurança no país os candidatos substituíram os grandes comícios pela campanha porta a porta.

O antigo primeiro-ministro, Nawaz Sharif, apontado como favorito na corrida eleitoral encerra a campanha em Lahore.

O principal rival Imran Khan, antigo campeão de críquete, continua hospitalizado após uma aparatosa queda durante um comício eleitoral. A Islamabad vai, por isso, deslocar-se o número dois do PTI partido conservador.

Os analistas preveem uma vitória da Liga Muçulmana-N, um partido de direita, liderado por Sharif, mas sem maioria absoluta. Uma situação que vai obrigar a negociar com outros partidos.

A prioridade é garantir para já que os atentados – como o desta quarta-feira em Carachi onde morreram 20 pessoas – não demovam os eleitores de se deslocar às urnas.