Última hora

Última hora

Tribunal de Milão confirma pena de prisão contra Berlusconi por fraude fiscal

Em leitura:

Tribunal de Milão confirma pena de prisão contra Berlusconi por fraude fiscal

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi foi condenado em tribunal pela terceira vez nos últimos seis meses. Os juízes de Milão confirmaram, em segunda instância, a sentença de quatro anos de prisão por fraude fiscal.

O tribunal rejeita assim o recurso do ex-primeiro-ministro, mantendo a pena de prisão, entretanto reduzida para um ano, em virtude de uma amnistia do parlamento.

O advogado de Berlusconi, Niccolò Ghedini, considera a sentença como “péssima”. “Estamos prontos para a apresentar um novo recurso junto do tribunal de cassação”.

O antigo governante foi também condenado a 5 anos de interdição do exercício de cargos públicos, assim como ao pagamento de 10 milhões de euros à agência tributária italiana.

Uma decisão que terá ainda que ser confirmada pelo tribunal de cassação num processo que poderá durar vários meses, quando as acusações prescrevem em julho de 2014.

Berlusconi é acusado de ter inflacionado os valores dos direitos de retransmissão do seu grupo de comunicação – Mediaset – entre 2002 e 20023, de forma a poder escapar ao pagamento de 7 milhões de euros de impostos, através de operações em paraísos fiscais.