Última hora

Última hora

Washington e Tóquio únem esforços contra os ciberataques

Em leitura:

Washington e Tóquio únem esforços contra os ciberataques

Tamanho do texto Aa Aa

A espionagem informática é uma grande preocupação para os governos do mundo inteiro e, particularmente, para as grandes potências militares.

Os Estados Unidos e o Japão começaram esta quinta-feira, em Tóquio, uma conferência denominada Diálogo Cibernético, para promover a cooperação entre os dois países face às ameaças dos ataques às bases de dados.

O coordenador da cibernética, no Departamento de Estado afirmou no encontro:

“É claro que as ameaças que enfrentamos no ciberespaço, tanto as ameaças técnicas, em termos de pirataria e ataques de negação de serviço e invasões, como as ameaças políticas, põem em causa o futuro desta tecnologia, o futuro da internet, que gerou muito crescimento, e não apenas os nossos dois países, mas em todos os países do mundo e está num ponto de inflexão “.

O encontro surge três dias depois de os Estados Unidos terem acusado diretamente a China de espionagem informática dos seus programas militares.

Pequim reagiu afirmando que as acusações do Pentágono “não têm fundamento” e acusando, por seu turno, os Estados Unidos de “terem feito, por, diversas vezes, declarações irresponsáveis sobre o desenvolvimento normal e legítimo do sistema de defesa chinês”.