Última hora

Última hora

Angela Merkel faz visita surpresa ao Afeganistão

Em leitura:

Angela Merkel faz visita surpresa ao Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

Inesperadamente, Angela Merkel aterrou no norte do Afeganistão, numa visita surpresa às forças militares alemãs estacionadas na base de Mazar-e-Sharif. Juntamente com o ministro da Defesa, Thomas de Maiziere, a chanceler salientou que as tropas germânicas vão manter-se no país depois de 2014, ano da retirada da coligação internacional.

O treino fornecido às forças afegãs vai, portanto, continuar, como Merkel anunciou, reconhecendo, no entanto, que “ainda há insegurança em vários locais, pelo que é necessário mobilizar continuamente as formações militares conjuntas.”

Há apenas seis dias, um soldado alemão foi abatido em Baghlan por insurgentes talibã. Em Kunduz, Merkel prestou homenagem aos 53 militares da Alemanha mortos no Afeganistão desde 2002. A partir do próximo ano, Berlim conta com a permanência de cerca de 800 efetivos, enquanto que Washington poderá manter perto de 10 mil. Esta visita de Merkel não decorreu sem controvérsia: membros do governo afegão terão declarado a jornalistas alemães que ninguém os avisou de nada.