Última hora

Última hora

Síria ameaça retaliar "de imediato" um novo ataque israelita

Em leitura:

Síria ameaça retaliar "de imediato" um novo ataque israelita

Tamanho do texto Aa Aa

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros sírio afirmou que o país está pronto a retaliar, caso Israel volte a atacar o território.

As declarações de Fayçal Moqdad surgem depois de Damasco ter saudado o acordo entre Washington e Rússia para realizar uma nova conferência internacional sobre a situação no terreno.

Moqdad reafirmou que o país está pronto a receber os inspetores da ONU que deverão investigar a utilização de armas químicas no conflito, mas apenas na localidade de Khan al-Assal.

A missão encontra-se suspensa depois de Damasco ter recusado o acesso dos inspetores a outras localidades.

O novo entendimento entre Washington e Moscovo relança assim a possibilidade de sentar à mesma mesa oposição e regime depois de dois anos de conflito.

Uma possibilidade remota para os analistas, mas que levou o negociador da ONU para a Síria, Lakhdar Brahimi a voltar atrás na decisão de demitir-se no cargo, depois de meses de divisões no Conselho de Segurança.