Última hora

Última hora

Mini Pacemaker marca o passo do coração

Em leitura:

Mini Pacemaker marca o passo do coração

Tamanho do texto Aa Aa

Na Suíça está a ser produzida uma nova geração de equipamentos, como luvas e máscaras e dispositivos muito mais complicados, como pacemakers. Evoluíram rapidamente nos últimos anos e possuem agora menos de metade do tamanho original e continuam a diminuir.

Patrick Rosset, responsável da unidade de produção: “Aqui neste pacemaker temos um conector que liga o pacemaker através de uma sonda no coração. No futuro, o mini pacemaker, será muito menor e vai ser instalado diretamente no coração, sem sonda.”

Um dispositivo menor, significa que toda a linha de produção é alterada.

Patrick Rosset: “Precisamos encontrar tecnologias para os tornar cada vez menores. Por exemplo, esta bateria exterior é 10 vezes menor do que as que usamos hoje. Então é possível imaginar o desafio técnico que se apresenta aos nossos engenheiros.”

À medida que o pacemaker se torna menor, os cirurgiões dizem existir uma possibilidade real de o inserir num paciente com um cateter, através de uma pequena incisão na perna. É um processo menos invasivo e menos complicado. Também poderia ajudar a tornar os hospitais mais eficientes, reduzindo o tempo necessário para realizar o procedimento.

Mas os dispositivos ainda estão em fase de teste e são necessários entre três a cinco anos mais para que os novos pacemakers em miniatura comecem a ser utilizados.