Última hora

Última hora

Grécia: governo chumba greve de professores para aprovar exame da Troika

Em leitura:

Grécia: governo chumba greve de professores para aprovar exame da Troika

Tamanho do texto Aa Aa

Uma greve, em Atenas, contra a proibição de uma greve de professores, agendada para o final da semana. Os sindicatos da função pública grega convocaram paralisações, esta terça-feira e na próxima quinta-feira, para protestar contra a decisão do governo de não autorizar uma greve dos professores, em plena época de exames.

Uma atitude “autoritária” e anti-democrática para os sindicatos, cada vez mais impotentes face às medidas de austeridade do governo.

“A coligação no poder está a preparar despedimentos em massa e a privatização do setor público, que não prejudicam apenas os trabalhadores mas a sociedade em geral”.

“É uma atitude inconstitucional e inaceitável, isto não deveria acontecer, as pessoas devem reagir, têm que lutar contra isto. Cabe-nos a nós reagir face a uma situação que relembra os tempos da junta militar dos anos sessenta e setenta”.

O executivo conservador tinha obtido ontem a luz verde de Bruxelas para as duas próximas tranches do plano de resgate. Uma ajuda dependente de uma nova avaliação, em junho, sobre a evolução das reformas em curso.

O governo grego vê-se assim obrigado a chumbar o protesto dos professores para assegurar uma boa nota no exame da Troika.

Entre as medidas previstas pelo executivo encontra-se a reforma do setor educativo, que prevê a extensão dos horários de trabalho e a redução do número de professores nas zonas rurais.