Última hora

Última hora

Estado de emergência em três zonas da Nigéria

Em leitura:

Estado de emergência em três zonas da Nigéria

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Nigéria declarou o estado de emergência nas três zonas mais atingidas pelos ataques do grupo islamita Boko Haram. Goodluck Jonathan ordenou, também, o reforço das tropas para travar a espiral de violência no nordeste do país.

Considerando os últimos ataques reivindicados pelo Boko Haram como “uma declaração de guerra”, o chefe de Estado nigeriano disse: “O responsável dos funcionários da Defesa foi mandatado para enviar mais tropas para esses estados para tornar mais eficazes as operações de segurança interna. Os soldados e as agências de segurança envolvidas nestas ações têm ordens para tomar todas as medidas necessárias para acabar com a impunidade dos rebeldes e dos terroristas”.

Os estados de Borno, Yobe e Adamawa, no nordeste, têm sido palco de uma série de ataques. O último foi a sete de Maio, no estado de Borno, quando dezenas de combatentes Boko Haram tomaram de assalto a cidade de Bama e libertaram mais de cem prisioneiros, deixando 55 mortos, sobretudo polícias.

A decisão presidencial de instituir o estado de emergência deverá contar com a oposição dos governadores dos 36 estados nigerianos, que, na segunda-feira, se pronunciaram contra este tipo de medidas.