Última hora

Última hora

Grécia: professores cancelam greve "proibida" por falta de mobilização

Em leitura:

Grécia: professores cancelam greve "proibida" por falta de mobilização

Tamanho do texto Aa Aa

Os movimentos contra a austeridade perdem uma batalha na Grécia, depois do sindicato dos professores ter cancelado a greve prevista para esta sexta-feira, por falta de mobilização.

A paralisação tinha sido proibida pelo governo que ameaçava recorrer a medidas excecionais para despedir os docentes que participassem no protesto.

O executivo conservador temia que a greve perturbasse a época de exames de acesso à universidade, que se iniciou esta sexta-feira, com normalidade.

Um alívio, pelo menos para alguns estudantes:

“Estavamos bastante inquietos pois não sabiamos se os exames iam ser cancelados. Estavamos a estudar sem saber o que se ia passar”.

“Estavamos preocupados pois tinhamos que seguir o programa de estudos, sabendo ao mesmo tempo que o exame poderia ser cancelado por causa da greve e que podiamos estar a preparar-nos para nada”.

Na base da revolta dos professores está a reforma educativa do governo que prevê o aumento das horas de trabalho semanais, assim como a redução de 10 mil postos de trabalho a tempo parcial.