Última hora

Última hora

Reino Unido: Google defende de novo política fiscal

Em leitura:

Reino Unido: Google defende de novo política fiscal

Tamanho do texto Aa Aa

Ressurge a polémica sobre a alegada fuga aos impostos das multinacionais no Reino Unido.

Em plena onda de críticas à Amazon, o diretor do Google para a Europa do Norte, Matt Brittin, teve de defender de novo, esta quinta-feira, a estratégia fiscal do grupo. Os deputados britânicos não ficaram convencidos com as declarações de novembro.

Entre 2006 e 2011, Google realizou 18 mil milhões de dólares de receitas no Reino Unido, mas pagou só 16 milhões de dólares de impostos.

O grupo defende que as vendas feitas pelos escritórios de Londres foram conduzidas pela filial na Irlanda, mas na página web, o motor de busca define Londres como base para a divisão comercial e publicidade.