Última hora

Última hora

Rubygate: prostitutas travestidas de Barack Obama nas festas "bunga bunga" de Berlusconi

Em leitura:

Rubygate: prostitutas travestidas de Barack Obama nas festas "bunga bunga" de Berlusconi

Tamanho do texto Aa Aa

O processo Rubygate prossegue no tribunal de Milão, com a audição esta manhã, da jovem Karima El Mahroug. Frente aos juízes que presidem o processo por incitação à prostituição de menores, Ruby explicou em detalhe as festas “bunga bunga” organizadas por Silvio Berlusconi.

Das jovens travestidas como figuras públicas de Barack Obama à procuradora de Milão ou vestidas de enfermeiras e freiras, aos envelopes com milhares de euros entregues pelo contabilista do ex-primeiro-ministro.

Ruby garantiu igualmente que todos os organizadores das festas estariam ao corrente da sua tenra idade, cerca de 17 anos.

Os juízes tentam apurar a responsabilidade de três figuras próximas de Berlusconi numa alegada rede de prostituição juvenil: Nicole Minetti, o empresário e organizador de eventos, Lele Mora e o ex-apresentador de televisão Emilio Fede.

A procuradora de Milão tinha já pedido uma pena de seis anos de prisão e a interdição vitalícia do exercício de cargos públicos para Silvio Berlusconi, noutro processo paralelo, como o possível beneficiário desta rede de prostituição.