Última hora

Última hora

Saeed Jalili: Os terroristas estão a aproximar-se das fronteiras da Europa

Em leitura:

Saeed Jalili: Os terroristas estão a aproximar-se das fronteiras da Europa

Tamanho do texto Aa Aa

Na Síria, os combates prosseguem, entre rebeldes e forças do regime. Um novo vídeo, colocado na internet, mostra o que parecem ser tanques rebeldes a atacarem uma base militar perto de Deera.

Com mais de 90 mil mortos, em dois anos, o povo sírio tem pago caro este conflito. O povo sírio, mas não só, refere Saeed Jalili, secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional, do Irão, entrevistado, em Istambul, pelo correspondente da euronews.

“Não é só o povo sírio que está a pagar. Os povos da Europa também o estão a pagar. [O Ocidente,] ao insistir neste comportamento errado [o apoio aos rebeldes sírios], está a dar a oportunidade, aos terroristas, de se afastarem quilómetros e quilómetros do Afeganistão e de se aproximarem das fronteiras da Europa. E penso que isso é algo que também deve preocupar os povos da Europa”, diz.

Jalili deslocou-se, esta semana, a Istambul, para um encontro com a chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, sobre a questão nuclear. Enquanto negociador iraniano sobre as questões atómicas, Jalili garante que Teerão colabora plenamente com a Agência Internacional de Energia Atómica: “Sempre autorizámos o acesso aos inspetores da agência. Sempre mantivemos, com a agência, o mais elevado nível de cooperação. Iria mesmo ao ponto de dizer que a nossa colaboração com a agência é única e sem precedentes.”

Uma colaboração que, na prática, a agência da ONU não encontra no terreno. Foi para convencer o também candidato às eleições presidenciais de junho a autorizar o acesso aos inspetores que a chefe da Diplomacia europeia se deslocou a Istambul, na Turquia.