Última hora

Última hora

China e Índia reforçam laços comerciais durante visita de Li Keqiang

Em leitura:

China e Índia reforçam laços comerciais durante visita de Li Keqiang

Tamanho do texto Aa Aa

Um novo ritmo para a “dança do dragão e do elefante”. É assim que a imprensa chinesa classifica a primeira deslocação ao estrangeiro do novo primeiro-ministro Li Keqiang, que aterrou ontem em Nova Deli para uma visita de três dias.

Na agenda da viagem está o reforço das relações comerciais entre os dois países, que deverão recuperar dos 66 mil milhões dólares, registados no ano passado, para mais de 100 mil milhões até 2015.

Kequiang e seu homólogo indiano, Manmhoan Singh, assinaram esta manhã oito acordos nas áreas do comércio, agricultura, ambiente e cultura.

Um diálogo entre as duas potências emergentes ameaçado, no entanto, pelo diferendo fronteiriço em Ladhak, na região do Himalaia.

Várias manifestações de nacionalistas hindus marcaram a chegada do responsável chinês, depois de Nova Deli ter considerado que a recente crise de três dias no início do mês poderia afetar a aproximação entre os dois países.

Os dois responsáveis tentaram, no entanto, dissipar hoje as tensões anunciando a continuação das discussões para resolver os problemas fronteiriços.

Depois de Nova Deli, Li Keqiang deverá prosseguir a sua primeira deslocação ao estrangeiro, a partir de quarta-feira, no Paquistão, Suíça e Alemanha.