Última hora

Última hora

China: Pequenos animais vivos vendidos para colares e pulseiras

Em leitura:

China: Pequenos animais vivos vendidos para colares e pulseiras

Tamanho do texto Aa Aa

Na China, a relação entre pessoas e animais continua a chocar, sobretudo os ocidentais. Desta vez, não se trata de animais que são comidos. Desta vez é uma nova prática da moda: pequenos animais são vendidos vivos e usados em colares e em pulseiras.

É possível encontrar em alguns mercados de Pequim, estes pequenos peixes, tartarugas, sapos ou salamandras dentro de bolsas de plástico, contendo oxigênio e um líquido com nutrientes. Os vendedores garantem que é suficiente para viverem dois meses. Há quem diga que são amuletos da sorte ou apenas brinquedos para crianças. E são vendidos aos milhares a 10 yuans, cerca de 1 euro.

Esta prática é criticada pelos defensores dos direitos dos animais num país onde não há qualquer que proteja os animais. E pedem às autoridades de Pequim que tome medidas para impedir o que chamam de barbaridade para com os animais.