Última hora

Última hora

Irão: Ahmadinejad não aceita exclusão do aliado Esfandiar Mashaei das presidenciais

Em leitura:

Irão: Ahmadinejad não aceita exclusão do aliado Esfandiar Mashaei das presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

No Irão, Mahmoud Ahmadinejad vai apresentar recurso contra a decisão do Conselho dos Guardiães que rejeitou a candidatura de Esfandiar Rahim Mashaei, apoiado pelo ainda presidente. Ahmadinejad defende que Mashaei tem condições para liderar os destinos do Irão.

Já o ex-presidente Akbar Hashemi Rafsanjani, que também viu a candidatura rejeitada, não vai apresentar recurso da decisão da assembleia nomeada pelo guia supremo que aprova os candidatos a todos os cargos políticos.

O Conselho dos Guardiães só aprovou oito das 698 pessoas que se tinham registado como candidatos às eleições de 14 de Junho.
Entre eles está o principal negociador para o nuclear, Said Jalili. Na lista de candidatos estão também o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros, Ali Akbar Velayati, o presidente da câmara de Teerão, Mohammad Baqer Qalibaf, o ex-presidente do Parlamento Gholam-Ali Haddad-Adel, o antecessor de Jalili, Hassan Rohani, o ex-vice-presidente Mohammad Reza Arer e Mohammad Gharazi, um antigo ministro.

Para já ainda não foram divulgadas informações que expliquem a rejeição das duas candidaturas. Mas o Conselho de Guardiães já tinha dito que não ia aceitar candidaturas de pessoas com debilidades físicas. Além disso, não querem correr riscos de novos tumultos, tal como aconteceu nas eleições de 2009, quando os iranianos saíram à rua para protestar contra a reeleição de Ahmadinejad, denunciada como fraudulenta.