Última hora

Última hora

Moore continua à procura de sobreviventes do tornado

Em leitura:

Moore continua à procura de sobreviventes do tornado

Tamanho do texto Aa Aa

As buscas por sobreviventes prosseguem em Moore, no Oklahoma, um dia depois de um violento tornado ter provocado mais de duas dezenas de mortos na cidade, um número revisto em baixa depois de um erro na contabilização das vítimas.

As autoridades selaram uma área de seis mil metros quadrados no centro da cidade onde os ventos de 320km por hora destruiram mais de 2.400 casas, um hospital, um cinema e cinco escolas.

Pelo menos nove crianças faleceram, sete das quais na escola Plaza Towers. Na escola de Briarwood, os professores conseguiram evitar o pior.

O pai de um sobrevivente conta:

“Eu estava ao telefone com a minha mãe que me disse que a escola tinha sido atingida de forma brutal. A professora conseguiu refugiar-se com os alunos numa zona de armários. Disse-lhes que se mantivessem juntos e que repetissem o que tinham praticado durante as simulações”.

“Foram momentos difíceis, pensei que ia morrer. Fui arrastado pelo vento, os meus óculos cairam. O teto tremeu muito antes de cair em cima de nós”, afirma o filho de oito anos.

As imagens do antes e do depois da tempestade testemunham a violência do fenómeno meteorológico, que durou cerca de 40 minutos, ferindo mais de duas centenas de pessoas.

Desde ontem que mais de 100 pessoas foram resgatadas de vários abrigos subterrâneos. Hoje, os milhares de desalojados puderam regressar às suas casas para recuperar pertences e começar a preparar já a reconstrução da área sinistrada.