Última hora

Última hora

O "modelo sueco" abalado por terceiro dia de distúrbios em Estocolmo

Em leitura:

O "modelo sueco" abalado por terceiro dia de distúrbios em Estocolmo

Tamanho do texto Aa Aa

Os subúrbios de Estocolmo voltaram a ser palco de atos de vandalismo, pelo terceiro dia consecutivo, depois da polícia ter morto um residente na semana passada, acusado de transportar uma arma branca.

Vários grupos de jovens atacaram uma esquadra no bairro de Jakosberg, a norte da capital, enquanto em Husby, palco da revolta, cerca de 30 carros foram incendiados durante a noite.

Pelo menos oito pessoas foram detidas na terça-feira durante os distúrbios, depois do primeiro-ministro sueco ter apelado à calma, na televisão pública.

A vaga de vandalismo nos subúrbios de Estocolmo, onde reside uma vasta população estrangeira, é vista como mais uma consequência da reforma do modelo social e de integração sueco, num momento em que o desemprego e a pobreza atingem três vezes mais os imigrantes (16%) do que a população sueca (6%).