Última hora

Última hora

Vaticano publica primeiro relatório de luta contra branqueamento de capitais

Em leitura:

Vaticano publica primeiro relatório de luta contra branqueamento de capitais

Tamanho do texto Aa Aa

Em termos financeiros, o Vaticano tornou-se mais transparente. A Santa Sé revelou o primeiro relatório anual da Autoridade de Informação Financeira, o organismo de vigilância criado em 2010 por Bento XVI, após uma série de escândalos no único banco do Vaticano, o Instituto para as Obras religiosas (IOR).

Na apresentação do relatório, o diretor da Autoridade de Informação Financeira destacou que o Vaticano “é um parceiro credível” na luta contra o branqueamento de capitais. O suíço René Brülhart acrescentou: “Em 2012, foram indicadas seis transações suspeitas, em comparação com um caso detetado em 2011. Este é um sinal claro de que o sistema de vigilância começou a funcionar”.

Segundo Brülhart, no ano passado, houve cerca de 2300 transações, de entrada e saída do Vaticano, com montantes superiores a 10 mil euros em dinheiro. Os números revelam-se inferiores ao ano precedente.

Em julho, os peritos do Conselho da Europa destacaram os progressos feitos pelo Vaticano em pouco tempo, mas diziam também que havia mais a fazer.