Última hora

Última hora

Terrorista "Monoteísmo e Jihad na África Ocidental" reivindicam atentados no Níger

Em leitura:

Terrorista "Monoteísmo e Jihad na África Ocidental" reivindicam atentados no Níger

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo terrorista Monoteísmo e Jihad na África Ocidental reivindicou o duplo atentado suicida que fez, pelo menos, 20 mortos e 30 feridos, no Níger.

O duplo atentado foi perpetrado com carros armadilhados, as minas de urânio da Areva, em Arliz, e contra um campo militar, em Agadez.

Em comunicado, a Areva dá conta da morte de uma pessoa e indica que 14 feridos foram transportados para o hospital, mas não revela a nacionalidade das vítimas.

Esta é a primeira vez que este tipo de atentados é perpetrado, no Níger, país pobre que desde o início do ano combate, no vizinho Mali, ao lado das forças francesas e africanas, contra os movimentos jihadistas.