Última hora

Última hora

Lagarde pode ser formalmente acusada de desvio de fundos públicos

Em leitura:

Lagarde pode ser formalmente acusada de desvio de fundos públicos

Tamanho do texto Aa Aa

A diretora-geral do FMI está a ser ouvida pelo Tribunal de Justiça em Paris pelo segundo dia consecutivo por suspeita de desvio de dinheiros públicos.

Em causa está a posição assumida por Christine Lagarde, em 2008, na altura ministra da Economia e das Finanças, no diferendo que opôs o Estado ao empresário, Bernard Tapi.

Para resolver o caso, Largarde optou por um tribunal arbitral que acabou por dar razão ao antigo ministro socialista e patrão do Olympique de Marselha. O Estado francês foi obrigado a pagar uma indemnização de 400 milhões de euros. A justiça tenta agora compreender se Tapi foi beneficiado em troca do apoio, alegadamente, dado a Nicolas Sarkozy nas presidenciais em 2007.

A escolha de um tribunal arbitral e o facto de Largarde não ter apresentado recurso contra a sentença emitida estão a intrigar os procuradores. A decisão de acusar ou não a diretora-geral do FMI vai ser conhecida esta tarde.