Última hora

Última hora

Morreu um humanista sonhador

Em leitura:

Morreu um humanista sonhador

Tamanho do texto Aa Aa

Morreu um humanista e um sonhador mas os sonhos permanecem em forma das canções que criou. George Mustaki, cantor, guitarrista e compositor, tinha 79 anos e deixa atrás de si uma obra recheada de êxitos como “Meteque” ou “Ma liberté”. Poeta, escreveu canções para Edit Piaf com quem teve uma ligação amorosa.

De origem grega, nascido em Alexandria no Egito em 1934, começou a carreira a trabalhar para os ‘cabarets’ em Paris. Cantou com as grandes referências da música, incluindo Zeca Afonso ou António carlos Jobim.

“Dão-me a imagem de preguiçoso. Sou preguiçoso porque preciso da preguiça para ser criativo. Se ficarmos alienados, se vendermos o nosso tempo, deixamos de ser nós próprios”, disse uma vez numa entrevista.

Giuseppe Mustacchi, o seu verdadeiro nome, fumava marijuana, jogava pingue-pongue e escrevia canções. Um poeta e revolucionário com uma influência multicultural.

Morreu em Nice no sul de França.