Última hora

Última hora

Alemanha invade Londres

Em leitura:

Alemanha invade Londres

Tamanho do texto Aa Aa

Por um dia a cidade de Londres será a capital do futebol alemão. Borussia Dortmund e Bayern de Munique discutem este sábado no Estádio de Wembley o título mais cobiçado do futebol europeu mas as semelhanças entre as duas equipas ficam-se mesmo pelo país de origem.

Os bávaros são já uma presença habitual. Perseguem o quinto título europeu e perderam duas finais da Liga dos Campeões nos últimos três anos. A final do ano passado foi particularmente dolorosa, ou não tivesse acontecido no seu próprio estádio.

As principais figuras da equipa estão à disposição de Jupp Heynckes, que fará o seu último jogo no banco do Bayern antes de dar lugar a Pep Guardiola e pretende despedir-se com a cereja em cima do bolo depois de uma época praticamente perfeita.

O técnico alemão, que já venceu o troféu com o Real Madrid em 1998, acredita que para os seus jogadores, da casa dos 28-30 anos de idade e mais velhos que os seus adversários, a vitória em Wembley contra uma equipa alemã representará o auge das suas carreiras.

Contrariamente ao Bayern, o Borussia aposta forte na juventude e irá mesmo perder Mario Götze para os milhões dos bávaros. O criativo, lesionado é carta fora do baralho para Jürgen Klopp.

O técnico que revolucionou o futebol em Dortmund ainda não encontrou o antídoto para derrotar o Bayern esta temporada, não vencendo nenhum dos quatro encontros efetuados. Uma final, no entanto, é uma partida à parte e será decidida nos detalhes.

O sonho de levantar o troféu mais cobiçado do futebol europeu pela segunda vez, repetindo a conquista de 97 frente à Juventus, levou perto de 50 mil adeptos do Borussia a Londres.

Muitos deles sem bilhete para uma partida em que o preço do ingresso no mercado negro varia entre os 2500 e os oito mil euros.

Nem todos estão dispostos a cometer loucuras, no entanto. Há quem poupe fazendo os mais de mil quilómetros entre Munique e Londres de autocarro. Sempre dá para ir fazendo já a festa, seja qual for o resultado em Wembley.