Última hora

Última hora

Extrema-direita grega contra construção de mesquita em Atenas

Em leitura:

Extrema-direita grega contra construção de mesquita em Atenas

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de manifestantes de extrema-direita manifestaram-se ontem nos subúrbios de Atenas, para protestar contra a construção da primeira mesquita da capital.

O projeto, aprovado em 2011 pelo governo e financiado pelo estado grego, deverá começar a ser construído nas próximas semanas no bairro de Votanikos.

O protesto de domingo foi convocado pelo movimento Frente Nacional, depois do partido Aurora Dourada, ter ameaçado mobilizar 100 mil apoiantes para impedir a construção do edifício.

Uma residente afirma, “estou assustada pois, em primeiro lugar, temos tido vários problemas com a comunidade muçulmana nesta zona e em segundo lugar, porque é que não construíram a mesquita nos bairros ricos de Atenas, onde pensam que nós somos os racistas e que eles são os tolerantes? Porque não constróiem nesses bairros para poderem ver o que vivemos aqui todos os dias ?”.

Em Atenas existem cerca de 100 locais de culto muçulmanos, a maioria clandestinos, ou provisórios, instalados em ginásios e garagens. A Grécia, onde os cristãos ortodoxos são maioritários, é o único país da União a não poussuir uma mesquita ou mesmo um cemitério oficial muçulmano, apesar de acolher uma comunidade de mais de um milhão de fiéis.

O protesto ocorreu na véspera do parlamento começar a debater um projeto lei, esta segunda-feira, que prevê aumentar as penas para atos racistas face à progressão dos movimentos de extrema-direita, como o partido Aurora Dourada, que controla 18 lugares no parlamento.