Última hora

Última hora

Líbano: Bastião do Hezbollah atingido por mísseis

Em leitura:

Líbano: Bastião do Hezbollah atingido por mísseis

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Líbano, Michel Sleimane, condenou o ataque com dois mísseis Grad no sul de Beirute.

Quatro pessoas ficaram feridas no ataque a um bairro considerado um dos bastiões do movimento xiita Hezbollah.

Os mísseis terão sido lançados de Aitat, na zona do Monte Líbano, 13 quilómetros a sudeste do alvo.

O ataque ocorreu horas depois de o líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, defender o regime de Bashar al-Assad e o apoio das milícias do seu movimento no combate à oposição síria.

Na sexta-feira o presidente libanês tinha pedido ao movimento xiita Hezbollah para ser prudente no envolvimento no conflito sírio.

Entretanto, de visita ao Iraque, o ministro dos Negócios Estrangeiros sírio disse que o seu Governo vai participar na conferência internacional
de paz de Genebra.

“Pensamos que a conferência internacional representa uma boa oportunidade para uma solução política para a crise na Síria”, disse Wallid Muallem.

Em Istambul, na Turquia, manifestantes sírios protestaram contra o que chamam inação da oposição síria no exílio.

Os manifestantes argumentam que a oposição devia concentrar-se no conflito que atinge o seu país e não no posicionamento político.