Última hora

Última hora

Liga da Defesa Inglesa manifesta-se contra comunidade muçulmana

Em leitura:

Liga da Defesa Inglesa manifesta-se contra comunidade muçulmana

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de mil simpatizantes do grupo de extrema-direita Liga da Defesa Inglesa manifestaram-se no centro de Londres com palavras de ordem contra a comunidade muçulmana britânica.

Em frente à residência do primeiro-ministro David Cameron e rodeados de um importante dispositivo de segurança, os manifestantes denunciavam a morte de Lee Rigby, o soldado de 25 anos assassinado no sul de Londres por dois supostos islamitas radicais.

O homícidio da passada quarta-feira elevou as tensões intercomunitárias e já motivou vários incidentes contra a comunidade muçulmana, tais como ataques a mesquitas.

O grupo antifascista Unidos Contra o Racismo organizou a sua própria mobilização, para tentar contrariar a manifestação da extrema-direita.

A família de Rigby visitou no domingo o local do crime, depositando flores junto aos tributos deixados nos últimos dias por centenas de pessoas.

As autoridades anunciaram esta segunda-feira a detenção de um homem de 50 anos, na sequência das investigações. Até ao momento foram efetuadas dez detenções, embora três suspeitos tenham sido libertados.

Feridos na troca de tiros com a polícia após o crime, os dois britânicos de origem nigeriana que terão esfaqueado Rigby continuam hospitalizados.