Última hora

Última hora

Dia sangrento no Iraque

Em leitura:

Dia sangrento no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

O Iraque viveu ontem um dia de violência, com dezenas de vítimas em vários atentados com carros armadilhados.

Naquele que foi o dia mais sangrento desde julho do ano passado, uma onda de atentados à bomba fez pelo menos 70 mortos. Embora ninguém tenha reivindicado os ataques, tudo aponta para que tenham a assinatura do braço iraquiano da al-Qaeda.

Segundo a ONU, só em abril a violência, sobretudo entre sunitas e xiitas, matou mais de 700 pessoas no Iraque. O país está a viver a fase mais violenta desde que as tropas norte-americanas deixaram o território, em dezembro de 2011.

O primeiro-ministro Nuri al-Maliki prometeu grandes reformas na estrutura das forças de segurança, para melhor lutar contra esta onda de violência