Última hora

Última hora

Disney, Droga e Demi Lovato

Em leitura:

Disney, Droga e Demi Lovato

Tamanho do texto Aa Aa

Demi Lovato fez escola na Disney e está de volta com um quarto álbum. Com o apoio dos Lovatics, a sua legião de fãs e com a crítica a elogiar um forte poder vocal, o primeiro single, “Heart Attack”, está a dominar as tabelas musicais.

Demi Lovato, cantora: “O principal objetivo era encontrar uma maneira de combinar uma voz forte com música pop, porque sinto que muitas vezes o que passa na rádio são duas coisas totalmente distintas. Muitos vocalistas fortes não conseguem o reconhecimento, têm o respeito, mas não recebem o reconhecimento com as canções de sucesso, como merecem ter. E muitos artistas pop são talentosos, mas não têm capacidade vocal para cantar baladas poderosas. “

Demi Lovato: “Antes de “Give Your Heart a Break” estar a subir nas tabelas pensei o que estaria a fazer de errado. Sabia que consigo cantar e que sou talentosa. Como é que outros artistas que não têm a minha voz, e digo isto da forma mais honesta e humilde, conseguem subir. Pensei que tinha uma ótima voz então por que é que não estava na rádio, porque estava a demorar tanto tempo? Então percebi que é preciso ter canções de sucesso.”

Depois de um ano difícil em 2010, em que bateu numa cantora do coro dos Jonas Brothers e esteve em tratamento por bulimia, automutilação e uso de drogas, a cantora decidiu exibir abertamente os problemas pessoais nos episódios da Disney e voltou a trabalhar. E, estas cândidas revelações só serviram para reforçar a popularidade de Demi Lovato.