Última hora

Última hora

Vincent e Bruno: os primeiros noivos gay de França

Em leitura:

Vincent e Bruno: os primeiros noivos gay de França

Tamanho do texto Aa Aa

Vincent Autin de 40 anos e Bruno Boileau de 30 anos tornam-se amanhã no primeiro casal homosexual a beneficiar da legalização do matrimónio gay em França.

Os dois homens deverão dizer o tão esperado “sim” por volta das quatro da tarde em Montpellier, no sul do pa’is, depois da nova lei ter sido promulgada no dia 18 de maio.

O fim de um longo combate marcado por violentos protestos dos meios católicos e de extrema-direita, que ameaçam perturbar a cerimónia de amanhã.

Os dois noivos mostram-se imperturbáveis:

“O símbolo não é Vincent e Bruno. O símbolo é esta lei, a legalidade, o símbolo é para todas as pessoas que lutaram para permitirem que esta lei exista hoje em França”.

“Queremos formar uma família nos próximos tempos. Tinhamos já essa vontade desde algum tempo, antes mesmo de queremos casar. E a lei que permite o casamento também permite a adoção, e nós pretendemos beneficiar dos novos direitos”.

Cerca de meia centena de polícias deverão garantir a segurança da cerimónia, na qual deverá participar a porta-voz do governo socialista, mas a “título pessoal”.

Depois das violentas manifestações dos opositores à lei – a última registou-se no fim de semana passado – o executivo prefere tentar “acalmar os ânimos” quando os detratores da lei prometem prosseguir o combate, possivelmente com a formação de um novo movimento político.