Última hora

Última hora

Conflito sírio ganha em violência e complexidade

Em leitura:

Conflito sírio ganha em violência e complexidade

Tamanho do texto Aa Aa

Reunida desde o dia 23 de maio num hotel de Istambul, a oposição síria não consegue chegar a um acordo sobre a integração de novos membros e a adoção de uma posição comum sobre sua participação na conferência internacional sobre a Síria, organizada por Moscovo e Washington.

O Conselho de Direitos Humanos da ONU, abriu uma investigação sobre a situação em Qousseir onde a Guarda Republicana Síria apoiada pelo Hezbollah tertam derrubar os rebeldes.

Controle de Qousseir é essencial para a rebelião, a cidade é o principal ponto de passagem para os combatentes e armas de e para o Líbano.

Se Qousseir cair nas mãos do regime, será um duro golpe para os rebeldes.

O levantamento do embargo da UE ao fornecimento de armas aos rebeldes sírios é uma decisão que Moscovo considera como um sério obstáculo para a conferência de paz internacional sobre a Síria prevista para junho, com os Estados Unidos.

O regime na Síria é liderado pela comunidade minoritária alauíta, um ramo do xiismo, enquanto a maioria do povo sírio e os rebeldes são sunitas, pelo que o perigo do conflito se tornar uma guerra sectária é cada vez maior.