Última hora

Última hora

Crise energética ensombra Coreia do Sul

Em leitura:

Crise energética ensombra Coreia do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

A eletricidade pode faltar este verão na Coreia do Sul. A utilização de peças não certificadas em centrais nucleares do país ditou o encerramento temporário de dois reatores que se juntam a muitos outros, em manutenção e em construção.

Atualmente, apenas 10 das 23 centrais sul-coreanas estão operacionais. Uma situação que ameaça desencadear uma crise energética:

“Estamos a prever cortes sem precedentes no abastecimento elétrico no verão devido ao encerramento dos reatores nucleares” afirma Han jin-Hyun, vice-ministro para o Comércio, Indústria e Energia.

Nos próximos dias, o governo vai anunciar medidas para minimizar o impacto dos cortes energéticos durante o verão.

Quatro meses é o tempo previsto para a substituição das peças utilizadas nas centrais sem a devida certificação. O caso não é inédito. Em marcha está já uma avaliação ao parque nuclear do país.