Última hora

Última hora

Amina vai ser julgada em Junho

Em leitura:

Amina vai ser julgada em Junho

Tamanho do texto Aa Aa

Na Tunísia, o juiz designado para o caso da ativista feminista Amina Sboui ordenou a sua detenção e novas acusações.

A jovem enfrenta uma nova acusação de profanação de cemitério e comportamento indecente.

O julgamento está previsto para 5 de junho, um dos advogados confirmou que “a ordem de detenção foi emitida.”

“Essas coisas de que estão a falar são totalmente diferentes da matéria em causa. Este caso não é sobre a moral pública ou de um assalto ao cemitério. Isso é outra questão.”

A ativista de 18 anos, mais conhecida sob o pseudónimo de Amina Tyler, enfrenta ainda a acusação de “conspiração criminosa” do Código Penal, com penas máximas que variam de seis a 18 anos de prisão.

Para defender Amina, o grupo Femen fez o seu primeiro protesto oficial num país árabe. Três europeias, duas francesas e uma alemã manifestaram-se frente ao tribunal em Tunes pela libertação de Amina e acabaram detidas.

As três mulheres permanecem em prisão preventiva até ao julgamento ainda sem data.

Esta quinta-feira as Femen voltaram a protestar em Bruxelas, frente à embaixada da Tunísia.