Última hora

Última hora

Dolce e Gabbana no banco dos réus por evasão fiscal

Em leitura:

Dolce e Gabbana no banco dos réus por evasão fiscal

Tamanho do texto Aa Aa

Dolce & Gabbana podem passar os próximos dois anos com uns fatinhos às riscas. O ministério público italiano pediu dois anos e meio de prisão para os criadores da marca de roupa, por alegada evasão fiscal.

Os italianos terão dissimulado ao fisco mil milhões de euros de ganhos com a venda da marca ao grupo Gado, criado pelos dois estilistas (“Ga”, de Gabbana, e “do” de Dolce), no Luxemburgo.