Última hora

Última hora

Mamute a caminho da ressuscitação

Em leitura:

Mamute a caminho da ressuscitação

Tamanho do texto Aa Aa

Cientistas russos descobrem carcaça de mamute com pedaços de músculo bem preservados.

O achado ocorreu durante uma expedição feita a uma ilha remota do Ártico e vem dar nova esperança à possibilidade de se ressuscitar esta espécie extinta da natureza.

“Temos de colocar a amostra de sangue no congelador do Museu. Precisamos estudá-la cuidadosamente para tirar conclusões.”

O animal congelado durante 10 mil anos é uma fêmea que morreu com 60 anos de idade.

Foi a primeira vez que foi possível encontrar sangue e músculos bem preservado.

A descodificação do ADN que fornece a informação genética do paquiderme é um trabalho árduo que, em muitas ocasiões, termina em fracasso.

Os mamutes apareceram na África há três ou quatro milhões de anos.