Última hora

Última hora

Vulcão Copahue coloca Chile e Argentina em alerta vermelho

Em leitura:

Vulcão Copahue coloca Chile e Argentina em alerta vermelho

Tamanho do texto Aa Aa

O despertar do vulcão Copahue, na fronteira entre o Chile e a Argentina obrigou as autoridades a deslocar mais de três mil pessoas da região.

Uma operação dificultada pela recusa de vários habitantes em abandonar as explorações agrícolas, assim como mais de 20 mil cabeças de gado.

As autoridades chilenas e argentinas tinham declarado, na terça-feira, o alerta vermelho numa região de 25 km em torno do vulcão que, segundo os especialistas, tem 95% de possibilidades de entrar em erupção.

Uma habitante da região de Bio Bio afirma: “Eu não quero abandonar a minha casa, como posso virar costas a tudo, às galinhas e aos animais? Não posso deixá-los sozinhos, alguém tem de cuidar deles”.

Esta noite, as autoridades locais conseguiram chegar a um acordo para evacuar a zona, depois de terem acedido a deslocar igualmente os animais da zona de alerta.

“Só morto é que me vão conseguir tirar daqui, esta é a minha terra, é aqui que tenho a minha comida, as galinhas e as ovelhas. Só abandonarei a minha casa quando a lava chegar aqui”, afirma outro habitante.

A evacuação das regiões é considerada obrigatória face à proximidade do vulcão, situado a quase três mil metros de altitude.

A última erupção do Capahue data de Dezembro, quando o vulcão expeliu colunas de cinza e fumo com mais de um quilómetro de altura, sem provocar vítimas.

O Chile conta com 2.085 vulcões que fazem parte da chamada “cintura de fogo do Pacífico”, 125 dos quais estão em atividade.