Última hora

Última hora

Líbano adia legislativas para o fim de 2014

Em leitura:

Líbano adia legislativas para o fim de 2014

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento libanês decidiu prolongar o mandato e adiar as eleições legislativas para novembro de 2014. No exterior da Assembleia em Beirute, dezenas de manifestantes contestaram a decisão, atirando tomates aos deputados e denunciando a morte do processo democrático no país.

A legislatura de quatro anos deveria terminar a 20 de Junho, obrigando à organização de eleições no espaço de sessenta dias.

Um manifestante diz que “este parlamento não tem o direito de alargar o seu mandato. Deve ser o povo libanês a escolher os seus representantes. Tiveram quatro anos para elaborar uma nova lei eleitoral, mas desperdiçaram-nos com querelas. É uma grande vergonha, esperarem até ao último mês para prolongarem o mandato e usarem a situação securitária como desculpa”.

A decisão do Parlamento foi justificada com a incapacidade dos partidos políticos para se porem de acordo sobre um novo código eleitoral e pelas profundas divergências acerca da guerra na vizinha Síria, entre os que apoiam e os que se opõem ao regime de Bashar Al-Assad.