Última hora

Última hora

OIT: Desemprego ameaça estabilidade social na UE

Em leitura:

OIT: Desemprego ameaça estabilidade social na UE

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia (UE) é a região do Mundo mais ameaçada pela tensão social devido à subida do desemprego. A conclusão é da Organização Internacional do Trabalho (OIT) face ao aumento das desigualdades desde a crise financeira de 2008.

No relatório anual sobre o trabalho mundial, a instituição afirma que o desemprego vai continuar a subir até 2017.

Portugal é um dos países europeus onde mais subiu o risco de agitação social. A lista integra também Chipre, Espanha, Grécia, Itália, República Checa e Eslovénia.

Para o autor do documento, Raymond Torres, “se nada for feito há um risco de recessão laboral prolongada na Europa, com muitas pessoas a enfrentarem um desemprego de longa duração ou a abandonarem o mercado do trabalho”. E acrescenta: “É importante adotar e avançar com uma estratégia de crescimento, sobretudo, na zona euro. Sem crédito às pequenas empresas é impensável haver uma retoma do mercado laboral na Europa”.

De acordo com o relatório, em 2015 haverá 208 milhões de desempregados, mais oito milhões do que atualmente.

O texto denuncia também o aumento dos salários dos dirigentes e dos lucros de grandes empresas, enquanto o investimento das mesmas recua.