Última hora

Última hora

Espanha: Governo anuncia queda do desemprego em maio

Em leitura:

Espanha: Governo anuncia queda do desemprego em maio

Tamanho do texto Aa Aa

O desemprego caiu em maio em Espanha. Segundo os dados do ministério do Trabalho, registaram-se menos 98 mil pessoas desempregadas, para um número total abaixo dos 4,9 milhões.

Para o governo e para a oposição trata-se de um sinal de esperança. É a maior queda de sempre para um mês de maio, graças aos contratos sazonais em quase todos os setores.

Mas a situação continua a ser difícil, com o aumento do desemprego de longa duração.

Tamara, mãe solteira, está desempregada há um ano. Fez uma formação na área industrial, mas não há trabalho. Por isso multiplica as formações, há espera que haja trabalho no futuro, pois atualmente a situação é muito má.

O setor agrícola e dos serviços, em especial na hotelaria e na restauração, foram os que mais contrataram em maio, tendo em conta o início da época turística e da apanha de fruta. Mas os analistas evocam outra razão para esta queda: a imigração, sobretudo de jovens.

Segundo as estatísticas oficiais, Espanha tinha no primeiro trimestre mais de seis milhões de pessoas desempregadas. Uma das taxas mais elevadas da União Europeia.