Última hora

Última hora

Novos sinais de fragilidade na zona euro

Em leitura:

Novos sinais de fragilidade na zona euro

Tamanho do texto Aa Aa

A zona euro afundou-se na recessão no primeiro trimestre e os dados das vendas a retalho, em abril, não deixam antever melhorias no segundo.

A economia da União Monetária contraiu 0,2% nos primeiros três meses, para um total de 1,1% em termos anuais. O Eurostat confirma assim as primeiras estimativas, embora o ritmo da contração tenha abrandado. No trimestre precedente, o PIB da zona euro tinha contraído 0,6%.

A zona euro contrai há seis trimestres consecutivos. Já em Portugal, o PIB recua há nove e os primeiros três meses do ano revelaram-se piores do que o previsto.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, a economia contraiu 0,4% face ao trimestre precedente, e 4% em termos anuais.

Em termos de vendas a retalho, em abril, Portugal seguiu em contraciclo. As vendas subiram 0,4%, enquanto na zona euro recuaram 0,5%. O valor revelou-se pior do que o estimado pelos economistas.