Última hora

Última hora

Eurodeputados liberais criticam onde de repressão na Rússia

Em leitura:

Eurodeputados liberais criticam onde de repressão na Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

No momento em que começa um novo julgamento de dissidentes políticos na Rússia, o grupo liberal do Parlamento Europeu organizou um seminário sobre o tema, em Bruxelas.

Pavel Khodorkovsky, filho do magnata Mikahil Khodorkovsky, que está preso há uma década, disse que “o governo quer suprimir a dissidência dentro do país. É por isso que temos tantos presos políticos. Pode estar em preparação um terceiro processo judicial contra o meu pai”.

O grupo liberal europeu prepara uma resolução crítica do governo de Moscovo para ser votada pelos restantes parlamentares.

O eurodeputado Leonidas Donskis considera que a União Europeia tem de se fazer ouvir contra a repressão.

“Não sou tão ingénuo ao ponto de esperar que o Kremlin se sinta envergonhado. Mas podemos enviar-lhe a mensagem de que o respeito pelos direitos humanos não é negociável”, afirmou Donskis.

Já o diretor da Comunidade Russa na Europa, Sergei Petrossov, critica o que se chama de aproveitamento político.

“Em primeiro lugar, por que é que são chamados presos políticos? Em segundo lugar, o facto de o Parlamento Europeu e da União Europeia politizarem este caso e se aproveitarem destas pessoas é algo lamentável”, afirmou Petrossov.

O novo processo judicial que começa, esta quinta-feira, em Moscovo, envolve 27 pessoas detidas numa manifestação, há um ano, contra o Presidente Vladimir Putin.