Última hora

Última hora

Estados Unidos: Taxa de desemprego sobe para 7,6%

Em leitura:

Estados Unidos: Taxa de desemprego sobe para 7,6%

Tamanho do texto Aa Aa

Subida ligeira mas inesperada da taxa de desemprego nos Estados Unidos em maio.

O setor privado da maior economia do mundo criou, no mês passado, 175 mil novos empregos, um valor ligeiramente acima do esperado. Mas a taxa de desemprego subiu uma décima, com muitos norte-americanos a retomarem a procura de trabalho.

A taxa está agora nos 7,6%, depois de em abril ter atingido mínimos de cinco anos (7,5%). Em junho de 2011, a taxa era de 9,1%.

A descida tem sido lenta e face à fragilidades do mercado laboral não se prevê uma alteração no programa de estímulos económicos da Reserva Federal, na reunião de meados de junho. Os investidores temem um abrandamento.

A FED e Ben Bernanke não pretendem subir as taxas de juro enquanto a taxa de desemprego superar os 6,5%.

Em maio, a população ativa cresceu para 63,4%, com 420 mil norte-americanos a regressarem ao mercado do trabalho. O abandono da procura de emprego tem sido a razão da queda da taxa de desemprego.

Mas o número de pessoas desempregadas há mais de seis meses é de 4,4 milhões, quase 3 milhões mais do que antes da crise financeira de 2008.